sábado, 30 de outubro de 2010

Bem feito!!!!



Estou há semanas quase concebendo um texto. Há semanas. Não tenho sido gentil com minha mente. Quando o texto chega, às vezes com frases inteiras prontas, ao invés de escrever num pedaço de papel, de correr pro computador ou de simplesmente memorizar a idéia, eu simplesmente menosprezo.
Pego aquela idéia e jogo no grande caldeirão da minha mente, misturando com tantas outras coisas, jogando tudo misturado como um arrumadinho de feijão.
Minha prepotência não tem fim. Faço isso porque acredito que novas idéias, novas figuras, novos arranjos virão, ainda melhores que aquele. “Estou cansada”, “é tarde demais”, “demasiado óbvio”.
Acontece que hoje, um sábado de um feriadão, de molho em casa, eu não tenho nada pra fazer. Lembrei de lembrar das idéias jogadas ao léu no infinito do meu cérebro. Nenhuma chegou.... Chamei, gritei, bati palmas à porta.... nada...
Estão de férias, as idéias.
Bem feito! A folha em branco não me diz nada. Remete-me a alguém que tem os olhos vazios, o pensamento inatingível. Bem feito mesmo!! Mereço este desprezo.
Devo desculpas ao meu ser criativo. Devo desculpa a mim mesma e me comprometo, a partir de agora, a dar mais valor ao que não tem valor. A ser mais atenciosa com minha as minhas invencionices.
Meu universo abstrato terá a chave da frente do meu ser racional, a partir de agora. Assim, talvez, aos poucos, chegue sem bater, sente timidamente no sofá, primeiro na pontinha e depois, aos poucos, coloque os pés no centro, peça um café ou um chá gelado.
Prometo estar atenta, pronta a servir.
E que venha logo, por favor!!!

Nenhum comentário:

Tem uma palavra que tudo resume, Tudo explica e preenche os espaços. Uma palavra que ilustra e liga. Religa. Existem laços que são p...