Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2013

dos meus sonhos de menina

Seis da manhã.  Tocam os sinos da igreja de Santa Cruz. Replicam-se na igreja de São Gonçalo. O convento da Glória acorda seus carrilhões. A Matriz da Imperatriz alardeia. Estou no coração da cidade. Cada vez mais, no seu coração, nas suas tripas, no seu miúdo. Agradeço ao Recife por me mostrar o Coque, por sentir o cheio azedo dos seus canais, por me agraciar com a paisagem das palafitas a partir da Ponte Velha.  Contraste do Mangue provedor com o cais excludente. Agradeço porque assim, amo mais.  Sou grata pela paisagem do porto no Marco Zero. Pelas colinas da Marim que revelam minha cidade natal de cima.  O colorido do carnaval que entorpece, o clarim que hipnotiza, o frevo que escraviza a alma foliã. Seis e meia da manhã.  Rua da Glória, acorda!  Passa o primeiro pregão. Ouço o mexe mexe dos vizinhos. Um reclama que falta água. O outro levanta o cheiro do cominho na carne de boi.  Uma grade se abre. Alguém reclama e bate com força. A rádio dá conta do que sangrou na madrugada. A v…